Próximas Atividades

Seminário Rights Express: "Negociações e contratos internacionais"

Seminar Rights Express 2011

Data: 01/09/2015
Horário: 10h às 13h30
Inscrições: €90 por pessoa
O "Rights Express" é um treinamento intensivo de três horas que apresenta uma introdução básica sobre direitos e licenciamentos internacionais, e muitas das questões ligadas a este tema. Experts internacionais e nacionais vão compartilhar suas experiências e conhecimentos com os participantes do seminário, buscando responder perguntas frequentes nesta área: Como identificar os mercados mais adequados para os seus títulos e autores? Como encontrar e contactar potenciais compradores de direitos? Como negociar direitos internacionais com sucesso? Quais direitos você deve adquirir do seu autor? Que tipos de direitos podem ser vendidos?

Estas perguntas e muitas outras serão respondidas no Rights Express, no Rio de Janeiro. Participe!

Os nossos palestrantes:



Mónica Herrero

Monica Herrero

É formada em literatura, tem especialização em Estudos Culturais pela universidade de Londres, e é mestre em Propriedade Intelectual pela Universidad Austral,
Buenos Aires.

Desde 1993 trabalha no mercado editorial. Iniciou sua atuação como agente literária em 1999, e fundou a MH Literary Agency em 2005.





Gustavo Martins

Gustavo Martins

É advogado formado pela PUC-Rio, Mestre pela UGF, com atuação na área de direito autoral e do entretenimento, dentre outras.

Integra a Comissão de Direito Autoral e Entretenimento da OAB-RJ, advoga para várias editoras, atua como consultor do Sindicato Nacional dos Editores de Livros.



Inscrição no seminário


Esquenta Frankfurt

Internationale Vielfalt 230x160 Px 43387

Para quem vai à Feira de Frankfurt pela primeira vez, ou para quem ainda não teve oportunidade de conhecer a região e suas conexões com o mercado editorial fora da Feira do Livro de Frankfurt, estamos oferecendo este ano aos editores um programa de três dias — anterior à feira — para ampliar sua experiência na Feira do Livro de Frankfurt. O programa incluirá visitas ao museu de Gutenberg, ao museu de “fontes/caligrafia”, à sede da feira, uma apresentação sobre o mercado alemão e sobre oportunidades de negócios na região, a entrega de uma lista de potenciais clientes e um lista de eventos customizada para cada participante, um tour pela feira na manhã do primeiro dia - quarta-feira - e entrada para o Business Club pelos 6 dias de Feira, que inclui também as conferências The Market e Rights Directors Meeting. Valor do investimento: €1.600.

CONTEC BRASIL

Hotspot Education 2011 29672

O que são as conferências CONTEC?

A CONTEC Brasil incentiva discussões sobre a incorporação de novas tecnologias na sala de aula, o treinamento de professores, e a mídia digital e as redes sociais na alfabetização.

Palestras e painéis de discussão exploram a influência cada vez maior do livro digital na produção editorial tradicional, os desafios da produção crossmedia e o poder da mídia social.


Boletim atual: 26/08/2015

20150826 Sampeiro

Os sentidos e a força do humor

“Eu tenho livros muito antigos que ganhei de autores espanhóis já desaparecidos e, de vez em quando, volto a eles e vejo que os temas de 50 anos atrás ainda são os mesmos de agora. Nós temos a esperança de ajudar o mundo assim como eles tiveram. Os problemas são cíclicos.”

Nani Mosquera , cartunista

“Eu não faço meus desenhos só porque sinto prazer, acho que o desenho tem um impacto muito forte junto às pessoas, é uma maneira aguda e intensa de ressaltar os problemas, às vezes é um soco no estômago. Basta ver o que aconteceu com os cartunistas do Charlie Hebdo, eles tinham uma voz que tentaram calar. Quer prova maior da importância do cartum?”

Cristina Sampaio , cartunista

A Nova Fronteira da Criação Colaborativa
De acordo com pesquisa TIC Educação de 2013, realizada pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), 96% dos professores entrevistados utilizam recursos online no processo educacional, sendo que 88% deles efetuam adaptações nestes recursos.

Cenários para a Educação Básica no Brasil
Após um ano e meio de trabalho, um grupo de trabalho formado por profissionais e instituições comprometidos com a educação acaba de lançar o documento “Cenários Transformadores para a Educação Básica no Brasil”.

Uso de aplicativos para celular ganha força na escola
Com a disseminação dos smartphones, escolas, governos e demais instituições se voltam para potencializar essa tecnologia na melhoria do ensino e da aprendizagem.

Biblioteca Digital para pessoas com deficiência visual
A Fundação Dorina lança nesta quinta, 27, a Dorinateca - Biblioteca Digital Dorina Nowill. Esta plataforma é acessível às pessoas com deficiência visual e garantirá um acervo online com mais de 4400 títulos em formatos acessíveis.

O lugar da leitura
A antropóloga francesa Michèle Petit, autora do livro Leer el mundo - Experiências atuais de transmissão cultural, reflete que o mundo seria inabitável sem o tecido de palavras na forma de conhecimento, histórias, ficções que se colocam entre o homem e a realidade.

Série francesa de filosofia para crianças chega aos EUA
Em parceria com a editora alemã Diaphanes, a University of Chicago Press lançará nos EUA a partir de setembro deste ano, uma série francesa de livros ilustrados sobre filosofia.

Professores começam a tirar os laptops das salas de aula
Muito professores estão reagindo a um grupo de pesquisas que apontam que as telas de computadores distraem as pessoas no processo de aprendizado e anotações feitas à mão levam a um entendimento melhor dos conceitos, do que as anotações digitadas.
Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.

Bienal terá Encontro Internacional de Profissionais do Livro
InterLivros 2015 é uma realização do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL), produzido pela Fagga Exhibitions, com apoio do BNDES, International Paper e Feira do Livro de Frankfurt.
Leia mais

Os nossos palestrantes falam...

Dolores Prades 230x160

“Não é preciso gastar tanto com papel ou com gráficas, mas a questão fundamental é tornar os jovens capazes de selecionar entre a infinidade de informações disponíveis e como desenvolver esse espírito crítico. No Brasil o espaço para o livro digital ainda é muito reduzido a uma camada privilegiada. Ainda não há bibliotecas em muitas cidades, mas é positivo que a tecnologia esteja sendo inserida nas escolas públicas. Temos um longo caminho de formação de leitores pela frente. Em um país como a Inglaterra todos têm acesso à leitura e ao livro digital; aqui ainda não chegamos ao limite da capacidade do livro em papel como aconteceu na Inglaterra. Nossa dificuldade é como incorporar a leitura na vida da maioria. É preciso haver espaço para tudo, mas televisão o dia todo também não é bom. A orientação dos pais é fundamental. ”

Dolores Prades, editora da revista nacional Emília