Startups criam um novo trajeto entre livros e leitores
O Estado de S.Paulo
Luiza Dalmaso
25/11/2018

O trabalho de startups brasileiras mostra que existe espaço para abordagens criativas na hora de vender livros – e que pensar fora da caixa pode gerar lucros. Entre os modelos já consagrados está o da Tag Livros, clube de livros criado em Porto Alegre, em 2014, e que prevê faturar R$ 26 milhões em 2018 – valor equivalente a cerca de um décimo da receita estimada pelo mercado para a Livraria Cultura (a empresa deixou de divulgar dados em 2016).
Leia mais

0